Como perder inchaço e retenção de líquidos na barriga

Precisando entrar naquela roupa que pensou que seria ideal para aquele evento tão esperado, mas está com aquela barriguinha indesejada lhe incomodando? A solução seria perder peso? Nem sempre.

Você sabia que o motivo dessa sua barriguinha pode ser outro, além de alguns quilos extras? Exatamente, pessoas de ambos os perfis, tanto como magras, podem sim, sofrer de inchaço e retenção de líquidos, ocasionando assim, a tão indesejada barriga inchada, além de dores e desconforto abdominal.

Este é um problema que afeta entre 10 e 30% dos adultos, sendo este, um problema que pode afetar a capacidade de um indivíduo de trabalhar e executar suas atividades sociais.

Entenda o que é Inchaço abdominal

Distensão, dilatação, ou inchaço abdominal, é quando a região da barriga, está maior que o normal, sentindo esta região desconfortavelmente cheia, e causando dor.

Conheça as causas do inchaço abdominal

As causas do inchaço abdominal, podem ser diversas, mas, a distensão abdominal, ou popular barriga inchada tem como principais causas os seguintes motivos:

  • Indigestão;
  • Gases;
  • Intolerância alimentar (glúten ou lactose, por exemplo);
  • Pancreatite aguda;
  • Síndrome do intestino irritável;
  • Obstrução intestinal;
  • Constipação intestinal;

Além destas, é preciso lembrar que podem haver outras causas ligadas a este sintoma, que podem ser desencadeadas por diversos aspectos relacionados a sua saúde.

Quer saber mais? Então leia   10 razões para não fazer bulking sujo

Como perder inchaço e retenção de líquidos na barriga?

Primeiramente, antes de tomar qualquer atitude por decisão própria, como consumir medicações, ou seguir planos alimentares, consulte um médico especializado.

A partir disto, você poderá descobrir os reais motivos de estar com inchaço abdominal, e descobrir se os motivos disto são apenas gordura localizada, menstruação, prisão de vente, ou então, se você pode estar com algum tipo de inflamação, que está causando este inchaço.

Todavia, você pode evitar, e até mesmo reduzir estes sinais, a partir de algumas mudanças em seus hábitos. Confira as dicas que separamos para você:

  • Evite alimentos com muito sal;
  • Diminua a consumo de alimentos lácteos, como iogurtes e leites de caixinha;
  • Diminua o consumo de alimentos refinados, como pães, e massas em geral;
  • Diminua o consumo de açúcares;
  • Evite realizar suas refeições rapidamente – coma com calma e mastigue devagar;

Para aliviar os sintomas de inchaço você também pode optar por escolhas como chá verde, erva doce, cidreira ou hortelã, fazendo a ingestão destes líquidos durante o dia.

Isto fará com que inchaço causado por alimentos fora do prazo de validade, ou contaminados seja eliminado, acalmando ainda a produção de gases, que o deixarão inchado e com sinais de desconforto.

Outras alternativas válidas são a prática de atividades física, alimentar-se mais vezes ao dia, ingerir quantidade significativa de líquidos e evitar gordura trans (industrializada).

Alimentação inadequada é sinônimo de inchaço abdominal?

Sim! É sempre importante estar ciente de que a alimentação está associada a muitas das atividades realizadas pelo nosso corpo.

Assim, é possível que a partir de uma alimentação saudável e de bons hábitos tenha-se resultados positivos e benéficos, tanto como, a partir de hábitos ruins e alimentação inadequada é possível desencadear doenças e complicações para a nossa saúde.

Quer saber mais? Então leia   Mantendo a dieta em viagens

É preciso que você lembre que serão suas atitudes que irão fazer com que você se sinta melhor ou pior quanto a este e outros sintomas.

É preciso seguir um plano alimentar?

Como já falamos anteriormente, é importante estarmos cientes de que precisamos de uma alimentação saudável e adequada à nossas características.

Desta forma, ter uma dieta indicado por um profissional de nutrição, ajudará você a manter-se saudável e, dentro do seu peso ideal, além de proporcionar benefícios à sua saúde física e mental, tanto como vir a evitar problemas futuros a sua saúde.

Procure sempre manter a ingestão de alimentos saudáveis e lembre-se: quanto menos industrializado, melhor.

Quando devo procurar um médico?

Agora que você sabe quais são as causas do inchaço abdominal, é indicado que procure o médico a partir dos seguintes sintomas:

  • Se o inchaço prevalecer, sem sinais de melhora;
  • Se não conseguir comer ou beber em um período maior que 8 horas;
  • Se além dos sintomas de distensão abdominal houver febre;
  • Se o seu abdômen estiver sensível ao toque;
  • Se houver sintomas de diarreia;

Confira alguns dos médicos responsáveis por diagnóstico de sintomas na barriga: clínico geral, gastroenterologista, endocrinologista, urologista e infectologista.

E se meu inchaço ocorrer devido a inflamações?

A inflamação, de forma geral, é um processo onde os mecanismos de defesa atuam contra algum tipo de infecção.

É possível que haja uma inflamação sem que nosso sistema imunológico provoque uma infecção, isto quando, é encontrado organismos considerados estranhos.

Assim, geram-se alguns efeitos nocivos, como o inchaço abdominal, que muitas vezes podem não parecer graves.

No entanto, muitas vezes, o consumo de alimentos inflamatórios tem sido associado a problemas de saúde mais sérios, como doenças crônicas – câncer, artrite, diabetes, obesidade e outros.

Quer saber mais? Então leia   Os mitos e benefícios do ovo

Alguns dos alimentos que você deve evitar são:

  • fast-foods;
  • carne vermelha;
  • açúcares refinados;
  • álcool;
  • adoçantes sintéticos (exceto estévia);
  • aditivos alimentares como corantes, intensificadores de sabores e muitos outros;
  • industrializados de todos os tipos.

Você sabia que doenças também podem causar inchaço abdominal?

Exatamente, afinal, já sabemos que abdômen inchado é sinal de algo ruim em nosso organismo, então é importante estar alerta, pois, além dos sintomas que já citamos neste artigo, é possível que o que esteja desencadeando este problema seja alguma doença.

Veja algumas das doenças que podem estar associadas ao inchaço abdominal:

  • Doenças cardiovasculares e tumores;
  • Cirrose;
  • Apendicite;
  • Úlcera Gástrica;
  • Pancreatite;
  • Insuficiência renal aguda;

Como já falamos, é importante que você esteja atento aos sintomas da distensão abdominal, como também de outras possíveis enfermidades que você possa ter, ou vir a desencadear.

Afinal, como já mencionamos neste artigo, diversos fatores podem estar ligados a outros múltiplos fatores, como é o caso do inchaço abdominal.

Então lembre-se que nosso corpo transmite a nós diversas informações e instruções, a partir do que encontra por meio de nossa alimentação, prática de atividade física e plano de atividades diárias.

Logo, é importante estarmos atentos e cautelosos aos diversos sintomas transmitidos a nós por nosso corpo, sabendo assim, estar suficientemente apto a identifica-los e tratar da forma correta.

Gostou deste conteúdo? Conheça algumas receitas que ajudam a perder barriga no site Como Perder Gordura.